04
Nov 09

Lembram-se das minhas amigas as "Tatas" pois é não sei o que se passa tudo está diferente, nós estamos diferentes. Ando muito chorosa e saudosa, sinto falta daquele grupinho unido que andava sempre junto desde o secundário. As "Tatas" aos poucos e poucos vão-se dispersando cada dia que passa mais um bocadinho desaparece.

Onde andam as minhas "Tatas"

Sinto-me esquecida e magoada, acima de tudo preterida pelos novos amigos, chego mesmo a ter ciúmes deles eu sei que não é um sentimento muito bonito, mas a verdade é essa não vale a pena mentir fico envergonhada  ao admitir, mas tem de ser...

As "Tatas" andam divididas em dois grupos, as que se mantêm fies as "Tatas" e o grupo que agora prefere as novas amizades e esquece as velhas amigas.

É claro que as velhas amigas sentem-se trocadas... Não sei o que fazer para voltar tudo ao que era antes, mas acho que já é tarde de mais e nada vai voltar a ser o que era, a essência das "Tatas" aos poucos desaparece.

Porquê que as pessoas quando fazem novas amizades esquecem-se das antigas amizades aquelas que já tantas vezes ouviram os seus lamentos e desabafos. Eu não quero esquecer os meus velhos amigos quero sempre mais amigos, mas sem por de lado os que antes tão pacientemente me aturaram.

Eu quero as "Tatas" unidas de novo!!!

 

publicado por letrasnoar às 19:02
sinto-me: Desiludida...
tags: ,

09
Mai 09

 

 

Midnight bottle take me come with me my

memories and everything come back

to me.

Midnight bottle make it real  what feels

like make believe so I can see

a little more clearly.

Every single move you make kissing me so

carefully on the corners of my

dreaming eyes.

I've got a midnight bottle gonna drink it down

A one way ticket takes me to the times

we had before

When everything felt so right

If only for tonight I've got a midnight bottle

gonna ease my pain

From all these feelings driving me insane

When I think of you and everything's all right if only

for tonight

Got a midnight bottle drifting off into the candlelight

where I can find you in your time

A midnight bottle I forgot how good it feel to be in

a dream just like you had me

Cuz lately I've been stumbling feels like I'm recovering

But I think it's only for tonight

I´ve got a midnight bottle gonna drink it down

A one way ticket takes me to the times we had before

When everything felt so right

If only for tonight I've got a midnight bottle gonna

ease my pain

From all these feelings driving me insane

When I'm with you and everything's all right if only for tonight........................................

....................................................................

 

 

Há dias em que nos sentimos sós, podemos estar rodeados de mil pessoas, mas não conseguimos evitar o sentimento da solidão.

Há dias em que a solidão magoa, faz-nos sentir esquecidos e abandonados por aqueles que amamos mesmo que isso não corresponda a verdade.

Há dias que essa solidão é tão profunda que nos rouba a sorriso do rosto e substitui por uma lágrima.

Há dias em que a solidão faz com que não nos apeteça sair da cama.

Há dias em que a solidão nos priva dos prazeres da vida.

Há dias em que a solidão nos tenta tirar a vontade de viver a vida.

 

 

publicado por letrasnoar às 21:45
sinto-me: Abandonada...

03
Mai 09

 

MAMY tu sabes o quanto és importante para mim, o quanto te ADORO...

O teu apoio e carinho é tudo para mim, foste tu que me ensinas-te a ser a Mulher que sou agora e por isso OBRIGADO MAMY.

Podia dizer tanta coisa, mas não há nada que consiga

descrever na plenitude a admiração

e carinho que sinto por ti.

AMO-TE MUITO MAMY!!!

publicado por letrasnoar às 15:37
sinto-me: um Sol...

17
Abr 09

 

Existem diversas formas de AMOR:

 

  • AMOR A VIDA;
  • AMOR A DEUS;
  • AMOR FÍSICO;
  • AMOR PLATÓNICO;
  • AMOR MATERNO...

 

Há muito que fui atingida pela seta do Cupido ( Deus Romano ), Eros ( Deus Grego ) como lhe queiram chamar, foi precisamente a 7 anos que sem aperceber-me, chegou de mansinho e quando reparei já era tarde de mais, havia sido conquistada. Acho que acontece o mesmo a todos nós quando menos esperamos somos atingidos por este sentimento.

A mim apanhou-me completamente de supresa, estava em casa com uma amiga quando recebeu um telefonema do namorado a dizer para irmos ter com ele, sem de nada suspeitar lá fui com ela. Quando lá chegamos ele estava com um amigo apresentou-nos e combinámos todos um café. Para mim não passava de um café entre amigos, começamos a falar e eu não fui muito a bola com ele respondeu-me de uma forma seca e eu não gostei nada, não liguei e fui para casa e não pensei mais no assunto.

Acabámos por sair mais algumas vezes pois tinhamos esses amigos em comum mas continuava na minha, sim já não pensava que ele era antipatíco, mas também não havia despertado qualquer interesse em mim, não ficava a pensar nele, não queria estar sempre com ele essas coisas que acontecem quando se fica interessado em alguém.

Depois de muitas saídas em conjunto ele convidou-me para ir tomar um café com ele, eu acabei por aceitar depois de tanta insistência, mas continuava a não esperar nada daquela saída, pelo menos era o que eu pensava, mas algo aconteceu naquela tarde de verão ele mostrou-me um lado que eu ainda não conhecia e isso tocou-me de alguma forma e acho que sem aperceber-me ele começou a conquistar-me.

Saímos mais algumas vezes e eu tonta ainda pensava que não estava minimamente conquistada, mas a realidade era outra. Numa dessas saídas a dois fomos dar uma volta como já estava um bocado cansada pedi para me sentar e ele sentou-se ao meu lado, estava tão próximo que sentia a sua respiração na minha pele foi ai nesse momento que sem pensar quando dei por mim estava a beijá-lo, nem o deixei acabar de falar aliás acho que nem estava atenta ao que estava dizer e foi assim que tudo começou com um simples beijo.

Fiquei rendida ali naquele momento, e desde então já la vão 7 anos e o beijo continua a ser o mesmo.

 

Fiquei viciada neste AMOR,

  • AMO o facto de ele me AMAR;
  • AMO a forma como sorri;
  • AMO a atenção que me dá;
  • AMO a forma como o nosso corpo se ancaixa um no outro;
  • AMO o Homem que ele se tornou;
  • AMO os seus lábios;
  • AMO a forma como me olha;
  • AMO quando me faz cócegas;
  • AMO quando partilha a sua comida comigo;
  • AMO o facto dele dar-me os parábens apesar da equipa dele ter perdido com a minha;
  • AMO o sacrifício que faz para sair comigo apesar de estar muito cansado.

Estou viciada e tão cedo não conseguirei me curar deste vício e acreditem em mim já tentei algumas vezes, mas foram tentativas frustradas. 

Não acredito nessas pessoas que dizem que vivem sem ter o seu alguém especial, apenas acho que ainda não encontraram o tal que lhes vai fazer mudar de opinião eu também era assim só pensava em curtir a vida, tar com os meus amigos tinha pequenos namoricos que pouco duravam e quando acabavam nada sentia ( venha o próximo ), até ao dia em que foi atingida e pôs-me completamente KO, fui vencida e agora sou sua prisioneira e não sei se algum dia me quero libertar deste sentimento.

 

 

 

AMO-TE MUITO MEU ALGUÉM ESPECIAL!!!

 

 

 

publicado por letrasnoar às 12:28
sinto-me: a AMAR!
tags: , ,

06
Abr 09

 

Estou em pânico, desde que acordei e liguei a televisão não consegui mais ficar descansada, sempre que dá uma noticia sobre Itália eu ligo logo o meu radar e colo o olhar na televisão...

Tenho uma amiga minha que está em Veneza é uma das "Tatas", e tenho receio que aconteça alguma coisa, sinto-me impotente porque não posso fazer nada só esperar que ela apareça pelo msn para falar um bocadinho. Espero que não esteja muito assustada porque ela assusta-se facilmente, que Veneza se porte bem e não seja atingida por nenhum sismo...

A ela só posso dizer que temos muitas saudades da nossa "Tata", que ansiamos pelo seu regresso...

Adoro-te amiga!!!

 

publicado por letrasnoar às 21:11
sinto-me: Preocupada,apreensiva...
tags: ,

Assim como as protagonistas do sexo e a cidade eu e as minhas amigas, somos um grupo de mulheres que querem aproveitar a vida ao máximo, que têm alegrias, aventuras, dissabores.

"As Tatas",(Nome que surgiu numa bela noite na queima do Porto lembram-se meninas, só lá estava um menino que nos aturou a noite toda), conhecemo-nos todas desde o secundário, éramos uma turma maioritariamente constituída por raparigas só tínhamos três espécimes para nos fazer lembrar que existia a raça Homem.

Apesar do que se diz que as mulheres não se dão éramos uma turma muito unida e felizmente ainda há um grupinho resistente que se encontra religiosamente para os cafezinhos, saídas e qualquer tipo de festa.

"As Tatas" é um grupo inseparável que vai crescendo com as novas aquisições que cada uma vai trazendo, temos todas personalidades, estilos e até cores de cabelos diferentes, mas ao mesmo tempo somos muito parecidas.

É o tipo de amizade que podes ligar a qualquer hora, que podes estar no fim do mundo, mas se precisares de nós, nós estamos lá... São poucos aqueles que podem dizer isso dos amigos e eu tenho orgulho em ter amigas assim!

Apoiamos, damos mimos, mas se preciso também sabemos ser mazinhas e dar um valente raspanete.É com elas que eu partilho a minha felicidade, as minhas lágrimas, as minhas angústias e receios.

Somos muito protectoras e ciumentas umas com as outras tal e qual as mães leoas com as suas crias.

Simplesmente somos "As Tatas", alegres, aventureiras, divertidas e sempre prontas para a borga...

 

publicado por letrasnoar às 00:11
sinto-me: sex in the city...

22
Mar 09

 

 

 

Recentemente eu e as minhas amigas fomos "TIAS" emprestadas, a primeira princesa do grupo nasceu...

Tal e qual os reis magos que foram ver o menino Jesus nós fomos não para uma manjedoura, mas sim para a maternidade. Como "TIAS" inexperientes que somos andávamos que nem baratas tontas, primeiro porque não queríamos chegar ao hospital de mãos a abanar e vocês já viram a quantidade de roupa amorosa que há para bebés é de perder a cabeça e segundo porque não sabíamos onde era o hospital.

(Passando a publicidade se me quiserem dar algum por isso aceito de bom agrado porque até me dava jeito...)

Optamos pela colecção da Zara, escolhe um conjunto, escolhe outro e nunca mais saiamos dali finalmente fez-se luz nas nossas mentes e decidimos. Saímos da loja e lá fomos a correr pró hospital, como era no Porto e não conhecíamos aquele hospital andamos um bocado perdidas e de Gps na mão feitas "azeiteiras" (expressão muito usada pelos tripeiros) lá conseguimos chegar.

As maternidades eram um mundo completamente desconhecido para nós, chegamos tínhamos que tirar um ticket senti-me na fila pró talho, depois veio o problema éramos três só podia entrar uma de cada vez. Toca a apanhar a verdadeira da seca, mas pela nossa princesa aguentámos tudo, finalmente depois de tanto esperar chegou a minha vez de subir, enquanto esperava pelo elevador que funcionava a carvão o meu coração acelerava e ponderava como seria aquele novo ser que eu iria conhecer...

Quando finalmente avistei o quarto e me deparo com aquele ser pequenino, frágil sobre o ventre da mãe fiquei rendida!

E pensei para mim sou " TIA"!

Apesar de já ser "TIA" emprestada da sobrinha do meu namorado acho que só agora tomei consciência da palavra "TIA" mesmo que seja só do coração...

As minhas duas princesas dou aquilo que tenho de melhor o meu AMOR!!!  

 

 

 

publicado por letrasnoar às 10:09
sinto-me:

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


subscrever feeds
Visitas
border=0
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

5 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO