06
Nov 09

Há dias que não devemos sair de casa!!!...

Ontem foi um esses dias... Acordei ás 8 horas da manhã para apanhar o comboio das 9:30h pró Porto até ai era um dia normal como qualquer outro. Todos os dias aquela bela limusina amarela leva-me ao meu destino sem preocupações de maior, mas ontem foi diferente estava eu na conversa com os meus amigos de viagem quando o comboio fez a sua paragem em Ermesinde até ai nada de suspeito quando de repente disseram que o comboio estava com um atraso tinha havido um incidente na linha.

Instalou-se a agitação no comboio o que teria sucedido...? Começou-se a especular será que foi avaria, será que alguém se atirou a linha, mas não havia certezas. Passados alguns minutos o comboio iniciou a marcha e pensámos não foi nada demais, mas falamos muito cedo, quando estávamos quase a chegar a Contumil estava um comboio parado na outra linha no sentido Porto/Braga, o nosso aproximava-se muito devagar, comentamos logo foi alguém mesmo que se atirou a linha, de repente vimos a Policia, mais a frente o INEM e lá estava estendido na linha cheio de hematomas e já sem vida um senhor, não sobreviveu ao embate.

O maquinista chorava tinha matado uma pessoa e sem qualquer tipo de intenção, as pessoas olhavam incrédulas, no comboio as conversas pararam e gerou-se um silêncio pesado estava tudo em estado de choque com o que tinham visto, a viagem prosseguiu até S.bento e no comboio das 9:30h que vai de Braga pró Porto reinava o silêncio, o choque e sobretudo a pena por mais uma vida perdida daquela maneira tão violenta.

Que desespero sentem aquelas pessoas ao ponto de atirarem-se a linha?

Imagino aquelas famílias a receberem a notícia de que um seu ente querido tirou a sua própria vida de forma tão trágica.

Mais uma morte trágica e violenta nas linhas do Norte...

 

publicado por letrasnoar às 13:32
sinto-me: Triste...

04
Nov 09

Lembram-se das minhas amigas as "Tatas" pois é não sei o que se passa tudo está diferente, nós estamos diferentes. Ando muito chorosa e saudosa, sinto falta daquele grupinho unido que andava sempre junto desde o secundário. As "Tatas" aos poucos e poucos vão-se dispersando cada dia que passa mais um bocadinho desaparece.

Onde andam as minhas "Tatas"

Sinto-me esquecida e magoada, acima de tudo preterida pelos novos amigos, chego mesmo a ter ciúmes deles eu sei que não é um sentimento muito bonito, mas a verdade é essa não vale a pena mentir fico envergonhada  ao admitir, mas tem de ser...

As "Tatas" andam divididas em dois grupos, as que se mantêm fies as "Tatas" e o grupo que agora prefere as novas amizades e esquece as velhas amigas.

É claro que as velhas amigas sentem-se trocadas... Não sei o que fazer para voltar tudo ao que era antes, mas acho que já é tarde de mais e nada vai voltar a ser o que era, a essência das "Tatas" aos poucos desaparece.

Porquê que as pessoas quando fazem novas amizades esquecem-se das antigas amizades aquelas que já tantas vezes ouviram os seus lamentos e desabafos. Eu não quero esquecer os meus velhos amigos quero sempre mais amigos, mas sem por de lado os que antes tão pacientemente me aturaram.

Eu quero as "Tatas" unidas de novo!!!

 

publicado por letrasnoar às 19:02
sinto-me: Desiludida...
tags: ,

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


subscrever feeds
Visitas
border=0
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

5 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO